terça, 09 agosto 2022
Imagem topo

Palavra de Deus

  • foto Pastor Venade gryscale 250X226 

    Edição de 20 de março de 2021

    POR: Manuel Venade Martins (pastor)

    http://www.igrejaemanuel.org

     

     

     

     

     

     

     

     

    Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho? Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim (João 14:5-6).

    INTRODUÇÃO

    Assim como aconteceu no tempo em que o Senhor Jesus, há mais de dois mil anos, esteve connosco, revelando o nosso Pai celestial e a eternidade no final de cada ser humano. Na realidade as pessoas desconhecem esses factos reais, verdadeiros e eternos. Mas alguém perguntará como alcançar esse lugar na eternidade? O Senhor disse: Eu Sou o caminho, a verdade e a vida.

    Atualmente, parte da humanidade desconhece esse caminho, e porque não o descobre, não compreende, nem se envolve nessa jornada. Porque, na realidade, temos pela frente uma jornada a caminhar, para o alcançarmos; é tudo pela fé. Alguns factos:

    a) Ler a Bíblia, começando pelo Novo Testamento.

    b) Arrepender-se dos seus pecados.

    c) Converter-se a Cristo, não propriamente mudar de religião.

    d) Mudar de atitude e viver em santidade.

    COMENTÁRIO

    JORNADA PARA O CÉU

    Pensando, à luz da Bíblia, no significado verdadeiro da existência humana, reconhece-se não consistir a nossa vida apenas numa simples estadia na Terra. O facto, porém, é que se trata de uma jornada eterna iniciada no momento em que fomos dados à luz. Essa jornada compreende duas etapas relacionadas com o tempo da nossa existência neste mundo e na eternidade.

    A primeira etapa começou no ato do nosso nascimento e terminará no momento em que tomaremos o barco da nossa partida, para o nosso lugar celestial, a fim de atravessarmos o Jordão, que terminará a nossa saída desta terra onde habitamos, para a mansão Celestial.   

    A nossa permanência na margem desse caminho não poderá exceder um tempo de preparação de duração incerta, quanto à nossa partida deste mundo finito para o mundo infinito e eterno, aonde não existirá passado, mas sim o eterno presente. Essa preparação para a viagem rumo ao Além terá de ser preparada com bastante cuidado, se desejamos que a mesmo seja um grande e glorioso êxito vivido em toda a sua plenitude. Cuidado, sem a dita preparação, espera-nos a infelicidade eterna.

    A aludida preparação compara-se ao que sucede quando se pensa realizar uma, viagem a alguma terra longínqua. Em tais circunstâncias, a primeira atitude correta é fazer os preparativos necessários para que as coisas corram de modo eficiente em todos os aspetos.

    Ora, se no tocante a uma viagem terrena de algumas semanas ou meses se tomam todas as precauções, quão mais cuidadosa não deverá ser a preparação de uma viagem sem regresso? No entanto, as pessoas fazem tudo e mais alguma coisa para acautelarem os seus interesses quanto à jornada da sua vida neste mundo, mas esquecem-se de se preparar para a viagem que, inevitavelmente, terão de fazer deste mundo para o vindouro.

    Prezado leitor: são porventura as coisas belas que a Terra lhe oferece demasiado agradáveis aos seus olhos, de modo a tirar-lhe o interesse pelas coisas do Além? Sem pretender menosprezá-las, pois são obras realizadas pelas mãos do Criador, e nos são dadas para usá-las legitimamente, recordo-lhe que coisas mais belas e duradouras nos aguardam para lá da fronteira do mundo atual. A respeito de tais coisas, lemos na Palavra de Deus, a Bíblia, assim: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam (1ª Coríntios 2:9). Tudo isso situa-se numa cidade de ouro puro. E os fundamentos do muro da cidade adornados de toda a pedra preciosa. As portas da cidade não se fecharão de dia porque ali não haverá noite. E a ela trarão a glória e honra das nações. E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro (Apoc. 21:25-27). O leitor terá de optar por um desses lugares, e qual deles escolherá? Se escolher a pátria celestial, dispõe do mapa orientador do caminho, que é a Bíblia Sagrada, sendo o único caminho Jesus. O passaporte é a salvação que o Senhor Jesus Cristo ganhou para si na cruz do Calvário, assinando esse passaporte com o Seu próprio sangue. Efetivamente, Jesus é o único Salvador em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça (Efésios 1:7). Jesus é o único caminho da viagem para o Céu. Ele próprio afirmou: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim. Receba o perdão de Jesus Cristo. Receba d’Ele, mediante a fé, a certeza da vida eterna. Seja feliz com o Salvador, não apenas na eternidade, mas já neste mundo.

     

     

logo branco

Quinzenário do concelho de Vila Nova de Cerveira. Medalha de mérito concelhio.

Estatuto Editorial do Cerveira Nova

geral@cerveiranova.pt
Telefone: +351 251 794 762

cerveirafm

Subscreva a nossa newsletter e receba as nossas novidades em primeira mão.